Maria Thereza do Amaral

Posts Tagged ‘pessoas’

Fogo e fogo e fogo…

In E..., Músicas on 5 de dezembro de 2010 at 1:42

.

.

.

Redes de luzes…, pessoas…

.

Anúncios

Saudades

In E..., Geral on 26 de março de 2010 at 1:06

join the dots…, upload feito originalmente por David O’D.

.
Saudades de alguém que não tenho.
Saudades de algo que não conheço.
Saudades de alguém que não fui.
.
O que seria ‘saudades’?
Melancolia? Solidão? Procura? Carência?
Lembranças perdidas de alguém que fui e não me lembro?
Passado? Futuro?
.
Saudades de algo como “pessoas inteiras que se completam”?
.
Caminhos que se completam entre pessoas que conseguiriam perfeitamente viver sem o outro, mas não querem, porque junto é mais divertido?
.
Porque um ser humano só pode até ser o bastante, mas seres humanos juntos são algo exponencial?
.
Inclusive por que “suppose I said… you are my saving grace”?
.

Os TEDx no Brasil

In Por que... on 11 de dezembro de 2009 at 13:39

.

Muito bom o evento TEDx Vila Madá.

Completamente diferente do TEDxSP, mas ao mesmo tempo com semelhanças extremamente interessantes.

O foco em pessoas é essencial.

O foco em redes entre e de pessoas é essencial.

O resto é consequencia.

E os dois eventos foram feitos por grupos de pessoas que entenderam isso.

Bom.

.

E um vídeo do TED do Jaime Lerner, que foi passado ontem durante o TEDx Vila Madá  que tem tudo a ver com os dois: http://www.ted.com/talks/lang/eng/jaime_lerner_sings_of_the_city.html

.

Quanto conhecemos, realmente, desta pessoa…?

In Pontos de vista, Subjetividades on 25 de novembro de 2009 at 14:12

.

Muitas vezes gostamos demais de alguém.

Ou de vários ‘alguéms’.

E os mais vários tipos de amor, não necessariamente “amor romântico”.

Mas … o quanto conhecemos, realmente, desta pessoa?

O quanto nos permitimos, realmente, conhecê-la?

O quanto “achamos” que conhecemos ?

A verdade é que na maioria das vezes não damos espaço para que a percepção real do que esta pessoa “é” nos atinja.

Medo, auto-proteção, idealizações as mais variadas, etc, etc, etc, etc…

Não é que a desconheçamos totalmente, mas não a conhecemos nem … 1/5 ? 1/6 ? 1/20 ?

Estamos tão acostumados com “personas” que nos esquecemos das “pessoas”.

Conhecemos só o que queremos e depois reclamamos de termos sido “surpreendidos” por tal e tal coisa… e reclamamos que o outro “não nos entende”.

Não nos mostramos, não vamos atrás do que o outro é, nos acomodamos no que já sabemos.

A pior amiga de um relacionamento é a idealização.

Nós podemos ter um ideal para nós, mas deveríamos conhecer o real de cada um.

Quem gosta, gosta por inteiro, não por partes.

Quem gosta, gosta do que vê, não do que gostaria que o outro fosse.

Vire do lado e olhe a pessoa a seu lado: você realmente sabe quando ela fica triste?  Você realmente sabe o que a deixaria absurdamente feliz? Você realmente sabe, quando ela age de maneira que você não gosta, o real motivo de sua ação? O que está além da raiva que ela lhe despertou? Você CONHECE a pessoa que está do seu lado?

.

.

Articulação ‘comunidades, empresas e pessoas’ ?

In Através de ..., Pontos de vista, Por que não ?, Subjetividades on 22 de maio de 2009 at 12:15

.

.

Articulação ‘comunidades, empresas e pessoas’ ?

Bom…

Sem esta articulação, comunicação e sustentabilidade não existem.

Sem esta articulação, a Terra morre sem nem passar pela UTI.

Aí entra a importância da comunicação, que tanto quanto a sustentabilidade, tem que se dar no micro, no macro, ao olho nu.

Continue lendo »

%d blogueiros gostam disto: