Maria Thereza do Amaral

Posts Tagged ‘espirais’

Olhando espirais.

In E... on 28 de novembro de 2012 at 1:08

Estou olhando pela janela de meu apartamento,

É noite.

Seriam só luzes, janelas iluminadas e coloridas, mas para mim são espirais.

Espirais de sonhos, esperanças, credos, crenças,

Espirais em meus olhos.

Talvez há tempos, tempo demais, eu tenha esquecido de sonhar e ver espirais.

Não sei.

Eu queria que me meus sonhos viessem a mim, tão acordados quanto eu.

Mas luzes agora são o que menos me aparecem , sonhos são o que menos me acontecem, dormindo, acordada, em transe ou o que quer que seja.

Talvez, só talvez, eu tenha cansado.

Talvez, e só talvez, eu venha me rendendo à mediocridade, a confortável mediocridade que embala e acolhe.

Estou, definitiva e inexoravelmente, presa a esta realidade seca, árida, doída e medíocre,

‘Realidade’ da qual que não sei o significado.

Perdi meus referenciais.

.

Anúncios

Spiral Galaxy NGC 4414

In Fotos on 28 de novembro de 2012 at 1:07

Spiral Galaxy NGC 4414

Edge-On Spiral Galaxy ESO 510-G13

"Grand Design" Spiral Galaxy M81 [1680x1050]

Ciclos

In E... on 15 de fevereiro de 2011 at 5:39
sundial shells, upload feito originalmente por *omnia*.

Por que…

Porque as vezes só o que importa é ir… ir e ir e ir sem olhar para trás, no regrets, só indo e indo e indo..

Porque as vezes as coisas chegam, de verdade, ao fim. Nada quebrado, nada abandonado, nada por fazer, só… chegam ao fim.

Somos ciclos, vivemos em ciclos, mas temos dificuldades com lidar com o fim, do que quer que seja.

Parece que falhamos, parece que não fizemos do modo certo, como se “e se eu tivesse…?”

Tudo tem ciclos, tudo tem começo, meio e fim, tudo muda e se transforma… ah, os processos…

Vivemos com tanta rapidez que perdemos a noção de que podemos observar as espirais.

Espirais de vida, espirais de mudanças, espirais harmônicas que sobem ao infinito…

.

De espelhos e personas

In E... on 5 de novembro de 2010 at 12:20

.

Me vi, espelho e personas se juntando em uma só, no que sou agora.
Não mais personas, espelhos ou o que quer que eu fosse.
Agora eu sou eu.
E…

.

Vôo…

In E... on 5 de novembro de 2010 at 12:12
 

spiral up, upload feito originalmente por Paul Weiser.

.
Vôo
Vôo solto, sem destino, sem emoção, por correntes de ar e ventos.
.
Vôo
E assim, em circulares vôos, percebo onde estou e flutuo.
.
Vôo.
E quando aceito voar em esperais ascendentes, contemplo e sinto o mundo.
.
Vôo
E paradoxalmente, quando subo em direção ao infinito, me fixo na terra (Terra).
.

Por que…

In E... on 5 de novembro de 2010 at 12:08
 

green spiral, upload feito originalmente por dedecay.

.
Por que as vezes as coisas estão misturadas de tal maneira que causam vertigem…
.
Mas passado um tempo, elas começam a se auto organizar, e adquirem formas, cores, sons, gestos, cheiros, prazeres…
.
E nos levam a lugares que nunca iríamos se não nos arriscássemos… vida… arte… amores…
.

Voltei

In E... on 28 de fevereiro de 2010 at 1:16

.
Voltei.
Em espirais malucas, azuis, que a toda hora mudavam de sentido e direção.
.
Voltei.
E o som que me acompanhava ia girando, girando, girando… e as vezes atropelava os movimentos das luzes, azuis.
.
Voltei.
Estou girando até agora, mas não mais sem sair do lugar. Agora são espirais.
.
Voltei.
Mas o resto continua parado. No tempo (que não existe) e no espaço (que é infinito).
.
Voltei.
E me sinto só.
.
Voltei.
E as notas não graves me acompanham, mas não me fazem companhia. Agudas. Girando.  E volto a gira, girar, girar, girar, e sai de onde estou e vou acima.
.
Não volto mais.
.
Não vale a pena a solidão.
Vou a lugares novos, com as espirais azuis.
.

%d blogueiros gostam disto: