Maria Thereza do Amaral

Archive for PM|Yearly archive page

Voar.

In E... on 9 de dezembro de 2014 at 15:50

E um dia vi que ele poderia voar.

Para mim.

Nos meus sonhos.

Nas minhas visões.

voar 1

 

voar 2

voar 3

Anúncios

Voar. Voar.

In E... on 9 de dezembro de 2014 at 15:49

Ele voou faz tempo.

Coração pesado.

Apesar de ser pura luz.

Alma límpida.

Mas conturbada.

voar 4

 

voar 5

Para meu avô-passarinho.

In E... on 9 de dezembro de 2014 at 15:49

E um dia vi que ele poderia voar.

Para mim.

Nos meus sonhos.

Nas minhas visões.

.

Ele voou faz tempo.

Coração pesado. Apesar de ser pura luz.

Alma límpida. Mas conturbada.

.

E ele voou, mas foi um voo pesado, complicado, em meio a água, luz, ar e céu.
E voou pesado ainda muito tempo depois.

Mas agora o voo é etéreo, significativo, quase sideral. Mas não leve, meu avô nunca foi dado a levezas.

Mas é fluído.

Para meu avô-passarinho, que nunca conheci, linda alma límpida-conturbada,
mas com luz suficiente para iluminar uma galáxia.

E agora ele sabe disso. E voa. Para todo lugar.

o aviador

Uma música e três tempos: Beatriz (1)

In Geral, Músicas on 28 de janeiro de 2014 at 11:34

Beatriz… poética, misteriosa e lírica, especialmente lírica.

A letra, a música, minimalistas, mas tão completas… mas não sei se é um clássico.

A não ser que por clássico se entenda uma música que entra pela pele e vai direto ao coração e à mente ao mesmo tempo.

.

.

Uma música e três tempos: Beatriz (2)

In E..., Músicas on 28 de janeiro de 2014 at 11:34

E mais, Monica Salmaso cantando Beatriz com o piano de Nelson Ayres .

Com uma delicadeza que me emocionou às lágrimas…

Com uma entrega à música que me enlevou.

.

… ‘ é perigoso a gente ser feliz’…

.

.

Uma música e três tempos: Beatriz (3)

In E..., Músicas on 28 de janeiro de 2014 at 11:33

… e daí a finalização destes posts, o terceiro, vem com a Maria João cantando suspensa no rio Tejo.

Beatriz, um rio e a Maria João.

Uma Maria João interpretando uma Beatriz suspensa em cima de um rio.

Uma Maria, uma João, uma Beatriz e um rio.

E todas as ‘Beatriz’ correm para o mar, líquidas e líricas.

.

.

2013.

In E... on 9 de janeiro de 2014 at 1:14

Nada contra você, amigo.

Coisas muito boas aconteceram durante vossa ilustre vigência.

Mas já era hora de ir.

Muito, muito denso.

Densidade de magma.

.

2013/2014

In E... on 9 de janeiro de 2014 at 1:14

A estonteante chegada daquela zona de confluências que é nada e tudo.

2013 vai.

2014 chega.

E…?

Ótima pergunta.

Parcas respostas.

.

2014

In E... on 9 de janeiro de 2014 at 1:12

E ele chegou.

O que se faz com ele agora?

De verdade?

… e os fluxos de vida?

‘Só nos resta viver’.

.

%d blogueiros gostam disto: