Maria Thereza do Amaral

Uma lágrima…

In E... on 4 de outubro de 2012 at 1:10

Uma lágrima caindo no chão gelado e a mão que impede que outra siga o mesmo caminho.

Tristeza.

Profunda.

Medo.

Um olhar perdido pela janela translúcida, alcançando a noite profunda.

Escuridão.

Profunda.

Solidão.

Um fim escoando pela porta, meio que aberta, meio que fechada.

E as duas mãos que, deixando as lágrimas correrem, livres, abrem a porta e correm em direção à liberdade escura.

Liberdade morna.

Liberdade profunda.

Liberdade infinita.

.

.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: